Português

UFC tem melhor IGC do Norte e Nordeste: entenda o papel da graduação no resultado

3 de maio de 2021

No que se refere à graduação, o IGC considera as notas contínuas dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) e o número de matrículas, conforme dados do Censo da Educação Superior (Foto: Viktor Braga)

A Universidade Federal do Ceará conquistou, por mais um ano, o melhor desempenho no Índice Geral de Cursos (IGC) 2019 entre universidades públicas e privadas do Norte e Nordeste do País. Um dos fatores que contribuíram para o resultado foi a qualidade dos cursos de graduação, que é levada em conta, juntamente com a pós-graduação, no cálculo do IGC pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

No que se refere especificamente à graduação, o IGC considera as notas contínuas dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) no triênio 2017-2018-2019 e o número de matrículas nos cursos de graduação (estudantes cursando ou formados no ano de referência do CPC), conforme dados do Censo da Educação Superior.

Para a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), portanto, o bom desempenho da UFC nas últimas avaliações do CPC e no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) foi um dos motivos que favoreceram a boa colocação da Universidade no IGC divulgado na última sexta-feira (23).

De acordo com a PROGRAD, dos 27 cursos de graduação da UFC avaliados em 2019, quatro ficaram com CPC nota 5 (nota máxima). São eles: Engenharia Civil (Campus de Crateús), Engenharia de Produção (Campus de Russas), Fisioterapia (Faculdade de Medicina de Fortaleza) e Odontologia (Campus de Sobral).

Além disso, outros 18 cursos ficaram com CPC nota 4 (muito bom). São eles: Agronomia; Arquitetura e Urbanismo; Educação Física (bacharelado integral); Educação Física (bacharelado noturno); Enfermagem; Engenharia Ambiental; Engenharia Civil (Fortaleza); Engenharia Civil (Russas); Engenharia de Computação (Quixadá); Engenharia Elétrica (Fortaleza); Engenharia Mecânica (Fortaleza); Engenharia Mecânica (Russas); Engenharia Química; Farmácia; Medicina (Fortaleza); Medicina (Sobral); Odontologia (Fortaleza); e Zootecnia.

O CPC avalia o curso em uma escala de 1 a 5. Para o cálculo, são considerados: conceito ENADE (desempenho dos alunos no exame), Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), corpo docente e percepção dos estudantes sobre seu processo formativo.

Para a PROGRAD, o bom desempenho da UFC reflete o trabalho que vem sendo feito em sintonia com as unidades acadêmicas, por meio das coordenações de curso, dos professores e dos estudantes, que têm compreendido a importância do ENADE como processo de avaliação para melhoria da qualidade do curso.

“Sendo um indicador de qualidade, além de servir para as políticas de regulação do MEC, [o IGC] serve para que a sociedade saiba da ótima qualidade dos nossos cursos e, por consequência, da excelente formação que nossos egressos carregam para o mundo do trabalho. Nosso esforço será contínuo para melhorarmos cada vez mais, buscando os padrões máximos de excelência”, afirmou a pró-reitora de Graduação, Profª Ana Paula Ribeiro de Medeiros.

Fonte: Coordenadoria de Planejamento e Avaliação de Programas e Ações Acadêmicas – e-mail: copav@prograd.ufc.br

Marcadores: